|
|
|
|
Blog
ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS: a teoria aliada à prática
Postado em 19-01-2017
 
Textos de opinião
Encontre aqui todos os Textos de Opinião disponíveis no site.
 
Notícias
MEC é reconhecido pelo TCU por qualidade na estratégia de políticas e serviços públicos
O Ministério da Educação foi considerado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) um dos primeiros órgãos da administração pública direta a valorizar um processo de planejamento com estratégias e planos eficazes. O reconhecimento rendeu à pasta o Prêmio Mérito Brasil de Governança e Gestão Públicas, promovido pelo tribunal. O ministro Mendonça Filho recebeu o troféu, entregue pelo presidente da República, Michel Temer, na manhã terça-feira, dia 29/11/2016. “Mendonça Filho tem feito um trabalho extraordinário na sua área, especialmente para os estudantes que querem estar na universidade, mas não podem”, disse o presidente. Como exemplo de gestão, Temer citou a continuidade que o ministro tem dado ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). “Ele está dando sequência a programas importantes, como tem de ser”, disse o presidente. “Ao verificar o êxito do Fies para aqueles mais carentes que querem ingressar numa universidade, Mendonça logo criou mais 75 mil vagas”. E nós conseguimos aprovar as verbas suficientes para garantir o financiamento. O TCU avaliou mais de 7,7 mil órgãos das administrações públicas direta e indireta com base em três pilares de governança: liderança, estratégia e controle. No quesito estratégia, o MEC destacou-se por apresentar processos de planejamento com maior nível de maturidade em relação a outros órgãos similares. Entre as competências do órgão para atendimento à população, o TCU destacou a política nacional de educação —levou em consideração a educação infantil e geral, o ensino fundamental e médio, a educação superior, a de jovens e adultos, a profissional e tecnológica, a educação especial e a educação à distância, exceto o ensino militar. Foram premiadas instituições da administração direta e da indireta. Além do MEC, a Caixa Econômica Federal, o Banco Central, o Banco do Nordeste, o Departamento de Engenharia e Construção do Exército e o Hospital das Clínicas de Porto Alegre. Os selecionados foram escolhidos com base no índice geral de governança (IGG), desenvolvido pelo tribunal para avaliar os entes federais. O indicador fornece aos gestores subsídios para que as ações governamentais se tornem mais efetivas e os gastos públicos bem aplicados, de forma a resultar em benefícios para a população, com produtos e serviços de maior qualidade. Também foram premiados os cinco municípios brasileiros que apresentaram melhor desempenho em cada região no índice de efetividade da gestão municipal (Iegm), aplicado pelos tribunais de contas das unidades federativas para mensurar a governança em entes municipais. Os municípios que se destacaram pela efetividade dos serviços oferecidos à população foram, na região Norte, Araguaína (TO); Nordeste, Fortaleza (CE); Centro-Oeste, Nova Andradina (MS); Sudeste, São José do Rio Preto (SP) e Sul, Araranguá (SC). - Leia Mais

Veja outras matérias

 
O que há de interessante?
UFRPE oferece curso inédito de ciências do consumo em 2017
O novo profissional poderá trabalhar em instituições públicas e privadas, como empresas da cadeia têxtil e de confecções, de hospedagens, de projetos de espaços construídos e ambientes, de seguro de saúde; equipamentos de assistência social; hospitais, clínicas e unidades de saúde; instituições de educação infantil, de ensino, pesquisa, inteligência mercadológica, de longa permanência para idosos; lavanderias; organizações de políticas públicas, extensão rural, capacitação profissional, controle sanitário e ambiental, controle social, ONGs, prestadoras de serviços de higiene e limpeza, unidades de produção de refeições, cooperativas, fundações e órgãos e associações de direito e defesa do consumidor. Com sede na capital Recife e unidades acadêmicas em todo o Estado, a UFRPE tem 54 cursos de graduação, entre presenciais e a distância, e 48 de pós-graduação. São 18 mil estudantes, 1200 professores e mais de mil técnicos administrativos. Em 2017, a UFRPE ofertará 3.560 vagas distribuídas entre a sede do campus Dois Irmãos e as unidades acadêmicas do Cabo de Santo Agostinho (UACSA), de Garanhuns (UAG) e de Serra Talhada (UAST). Informações sobre os cursos da URFPE podem ser encontradas na página da universidade. Fontes: MEC/Revista Gestão Universitária. Um curso de graduação que permita aos alunos uma formação inovadora e reflexiva sobre as relações de consumo no mundo contemporâneo. A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) será a primeira do país a oferecer bacharelado em ciência do consumo. Os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016 poderão se candidatar ao novo curso já a partir de janeiro de 2017 pelo Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação (Sisu). Serão ofertadas 80 vagas. A coordenadora do novo curso, a professora de economia doméstica Michelle Maciel, explica que já está havendo bastante procura por informações. “É uma temática necessária porque traz uma reflexão crítica relacionada à sustentabilidade, a qualidade de vida das pessoas, as relações éticas e a um compromisso social”, observa. O curso terá quatro anos de duração e o novo profissional será diplomado como consumólogo ou cientista do consumo. O estudante poderá escolher entre um dos três eixos de conhecimento, de acordo com as suas aptidões: desenvolvimento humano; alimentos, nutrição e saúde; ou arte, habitação e vestuário. Mas será uma decisão para o quarto período. Até lá, explica a coordenadora Michele, o aluno fará as disciplinas obrigatórias do curso. “Mas, em vez de escolher um desses eixos temáticos, ele poderá escolher um percurso formativo misto”, afirma. - Leia Mais

Veja outras matérias